28 de maio de 2020

SANGUE PODEROSO. CONSTATAÇÃO NÃO É SALVAÇÃO!

Texto:

E o centurião e os que com ele guardavam a Jesus, vendo o terremoto, e as coisas que haviam sucedido, tiveram grande temor, e disseram: Verdadeiramente este era o Filho de Deus. (Mt 27:54) 

A terra recebeu o sangue de vários homens que nada aconteceu quando tombaram. Mas quando o sangue de Jesus verteu sobre àquela cruz e tocou ao chão fenômenos procederam desse evento redentor;

1) MILAGRE - o véu do templo foi rasgado de alto abaixo, uma malha tecida de treze centímetros de espessura rasgando-se como uma folha de papel (Mt 27.51 / Mc 15.38).

2) ECLIPSE SOLAR - sol se escureceu ao meio dia (Lc 23.45 / Mc 15.33)

3) TERREMOTO - tremeu a terra e fenderam-se as pedras (Mt 27.51)

4) RESSURREIÇÃO DOS MORTOS - os sepulcros se abriram e foram vistos os corpos dos santos que ressuscitaram naquele dia que o Sangue do Todo-Poderoso caiu em terra (Mt 27.52,53)

5) SALVAÇÃO - a salvação de um dos ladrões da cruz (Lc 23.43). Tanto o centurião como o ladrão da cruz perceberam a mesma coisa, que Jesus era “verdadeiramente o Filho de Deus”. Conquanto a diferença está em quando eles perceberam isso; o centurião, após os fenômenos ocorridos durante a crucificação de Cristo; o ladrão, antes dos fenômenos, simplesmente por ver um inocente sendo crucificado.

Têm muita gente à semelhança do centurião só vai perceber que Jesus é o Cristo Redentor após fenômenos acontecerem em sua vida. Mas, também haverá aqueles que antes de qualquer sinal miraculoso aconteça se renderão aos pés do Salvador, dizendo: “lembra-te de mim quando entrares no teu reino”.

Lembre-se: CONSTATAÇÃO NÃO É SALVAÇÃO!

O centurião só constatou mas não se arrependeu, o ladrão se arrependeu para depois constatar.

Dizer: Verdadeiramente este é o Filho de Deus não te faz salvo. O que te salva é: “lembra-te de mim quando entrares no teu reino”.

 

Pr. Alexandre Pitante.


Nenhum comentário:

Postar um comentário